Buscar
  • Contabilize Simples

Novembro é o mês de Combate ao Câncer de Próstata.


Para muitos homens esse é um problema distante, mas a prevenção começa desde cedo. Quanto mais informação, mais chances você tem de evitar esse tipo de problema e se cuidar.


Mas você sabe de onde surgiu a ligação entre novembro, Câncer de Próstata e deixar o bigode crescer?

O movimento teve início em 2003 quando dois amigos australianos, Trevis Garone e Luke Slattery, tomavam uma cerveja em um bar em Melbourne e brincavam sobre ter bigode de volta, já que ninguém mais usava. Inspirados pela mãe de um amigo que levantava fundos para o combate ao câncer de mama resolveram fazer o mesmo para o câncer de próstata. No Brasil, o Novembro Azul teve início com a campanha desenvolvida pelo Instituto Lado a Lado, nomeada de Um Toque, Um Drible, em 2008. Assim nasceu essa campanha tão nobre para conscientizar os homens da prevenção do câncer de próstata, que é o segundo tipo de câncer mais comum entre os homens brasileiros, sendo as maiores vítimas homens a partir dos 50 anos, além de pessoas com presença da doença em parentes de primeiro grau como, pai e irmão.

Em seu estágio inicial o câncer tem uma evolução silenciosa, muitos pacientes não apresentam nenhum sintoma ou, quanto apresentam, são semelhantes aos do crescimento benigno da próstata (dificuldade de urinar, necessidade de urinar mais vezes durante o dia ou à noite). Lembrando que Na maior parte das vezes, esses sintomas não são causados por câncer, mas é importante que eles sejam investigados por um médico. Na fase avançada, pode provocar dor óssea, sintomas urinários ou, quando mais grave, infecção generalizada ou insuficiência renal.


Alguns hábitos podem diminuir os riscos como: atividade física, controle do peso, não fumar, diminuir o consumo de álcool, dieta rica em alimentos saudáveis. A melhor forma de evitar essa doença é a prevenção, por isso, a conscientização de que o homem deve fazer os exames é tão importante

A Contabilize Simples apoia essa campanha, apoie você também!

4 visualizações0 comentário