Buscar
  • Contabilize Simples

Como os comerciantes podem se manter no mercado de forma ativa e não perder clientes.


Nesses tempos difíceis de crise econômica no país, umas das maiores dificuldades dos comerciantes é de como se manter ativo e não perder clientes. Como sabemos, as necessidades humanas são infinitas, sempre buscando 100% de satisfação na hora do consumo. Com a economia em baixa, muitos estão consumindo apenas o básico, logo, um dos desafios dos comerciantes seria mostrar para o cliente que seu produto é essencial para ele, seja no ramo alimentício, têxtil, farmacêutico entre outros. Mas como fazer isso?

De acordo com Celso Fernando Dias Doliveira (2009), uma das saídas seria a adoção de um comportamento empreendedor, que vem se mostrado uma alternativa para sobrevivência de empresas que querem continuar ativas em suas atividades, mas esse comportamento não deve ser apenas do detentor do capital da organização, mas sim em conjunto com seus colaboradores, para que esses arrisquem inovar no seu modo de trabalho e tragam ideias para a empresa, já que o mesmo convive com os problemas enfrentados diariamente.


O empreendedor, que vêm da ideia de mudanças, novos riscos, precisa ter em mente justamente a questão que o consumidor precisa estar satisfeito com seu produto, mas também sempre estará em busca de melhorias para que lhe atendam de forma satisfatória. Então, esse deve ficar atento às oportunidades de negócios e saber o momento certo de agir, logo, ter o conhecimento do seu empreendimento, seu público-alvo e de sua organização é de suma importância.

Para uma empresa se manter ativa no mercado ela precisa vender ou entregar para o cliente sempre o melhor produto e/ou serviço, já que não é nenhuma novidade para o mercado que hoje temos cada vez mais clientes que buscam a melhor qualidade naquilo que necessita, então, para uma empresa se manter ativa um dos vários recursos a serem utilizados é a qualidade do produto e serviço oferecido, visto que a qualidade não pode ser vista como um fim em si mesma, mas como uma ferramenta gerencial na condução do negócio, um aliado na busca dos melhores resultados e um fator que agrega valores aos processos e atividades desenvolvidas pela organização.


Uma maneira de investir na qualidade, usando como exemplo a prestação de serviços é a capacitação de colaboradores, com palestras gratuitas e cursos qualificatórios, fazendo com que o mesmo se sinta importante para a empresa e saiba que a empresa também é importante para ele para que façam o mesmo com o cliente.


Inovação, uma das palavras chaves para atrair clientes, por exemplo: uma barraquinha de cachorro quente que venda apenas um tipo de lanche, quando percebe que está começando a perder clientes, uma das saídas seria inovar em seus produtos, oferecendo também porções, lanches diferenciados, sucos naturais entre várias outras opções, assim, mantém os clientes já fieis, bem como atrai novos clientes vindo em busca de novas satisfações.


Vimos que para atrair clientes se faz necessário possuir um comportamento empreendedor, no sentido de administrar o negócio, saber onde, como e quando investir, seja ela de forma intelectual ou diretamente na melhoria do produto final entregue ao cliente. No entanto sabemos que para o cliente adquirir o produto e/ou tomar dos serviços de uma empresa ele precisa ter as condições específicas, mas com uma crise econômica os mesmos passam a consumir menos, desestimulando o mercado financeiro, e isso traz consequências ao setor econômico, como por exemplo, uma taxa de juros elevada, uma vez que um consumo menor por parte das pessoas faz com que as empresas vendam menos, logo diminuam seu rendimento.

A companhia, uma vez desestimulada financeiramente, deixa de investir e por sua vez reduz sua capacidade produtiva, ou seja, com menos produtos no mercado os preços sobem e deixam o custo de vida elevado. Com esse custo elevado, já vimos que o consumidor passa a se preocupar mais com o essencial, por exemplo, nas compras de mercado, ele deixará seu dinheiro apenas comprando o básico, não se preocupando com itens supérfluos, e ainda sim realizando uma pesquisa de preços e vantagens de comprar em um determinado local, visto que no final das contas teria que ser colocado o custo com o deslocamento entre outros fatores em sua decisão final.


Com a redução na produção, seja ela qual for, à entidade passa a ter colaboradores “parados”, no sentido de que agora o trabalho antes realizado por duas pessoas devido à demanda, pode passar a ser realizado apenas por uma, isso quer dizer que juros elevados também podem gerar o desemprego, sendo esse mais um fator de uma taxa de juros alta.

Então reconhecer o momento econômico do mercado é de grande importância tanto para a empresa quanto para o consumidor, para que os mesmos saibam o momento certo de comprar ou investir.

6 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo